terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Diga não

A União tem esses sachês de açúcar com mensagens edificantes. Achei criativo: você adoça o café e pensa na vida. Hoje fui sorteada com esse aqui:


Juro que, inicialmente, eu li: Diga mais não. Depois que associei a imagem da mocinha comendo o bolo de chocolate com o texto que vi que era “menos não”.

Eu não concordo com a embalagem. Eu proponho dizer “mais não” como uma das formas de se alcançar a felicidade.

Dizer não para aquele seu parente cara-de-pau quando ele te pedir mais um favor absurdo, sem nunca te oferecer sequer o reconhecimento pela ajuda.

Dizer não para aquela happy hour com colegas venenosos do trabalho, que certamente se transformaria em uma sad hour depois de meia dúzia de cervejas, e ir para casa assistir aquele programa legal na TV a cabo que você tanto gosta.

Dizer não para o sexo, ainda que seu corpo arda de desejo, quando o que seu coração mais quer naquele momento sejam apenas aconchego e carinho.

Dizer não para aquele almoço em família onde você vai ouvir piadas machistas e homofóbicas dos seus parentes e sair de lá com a comida e a indignação engasgadas.

Dizer não para drinques & balada com amigos naquele sábado em que o seu corpo pede chá & edredom no aconchego de sua casa.

Dizer não para as demandas daquele seu amigo vampiro emocional, que te suga as energias, o ânimo, o dinheiro, a presença e tudo o mais que ele encontra pela frente, e jamais devolve o que levou.

Dizer não quando sua namorada te obriga a ir novamente àquele restaurante moderno e caro, com comida esquisita que você odeia, quando sua vontade é apenas devorar um cachorro-quente com muito molho na barraquinha da esquina.

Dizer não para a Vendedora quando ela insiste que aquela blusa está “ótima” em você, quando o espelho e o seu bom senso mostram justamente o contrário.

Dizer não, mesmo que ainda gostando dela, para aquela ex mau caráter que te procura cheia de arrependimentos depois de ter partido o seu coração, prometendo que tudo dessa vez será diferente.


E vocês, para o que andam precisando dizer não?

10 comentários:

mari disse...

gostei o texto.. achei sincero.. dizer nao as vezes eh tao dificil..e receber um nao entao.. tao complicado.. mas necessario... olha q nao resisti em ler no meio de uma galera em casa..
um beijo

Dicliife disse...

Meu dia fica mais feliz cara. Juro quando entro no meu blog e vejo as atualizações do Alice, um dia vou tirar uma foto do meu sorriso e de como os meus olhos brilham.
Cara eu to ligado nesses saquinhos de açucar da união e o '' Diga menos não " para mim foi o cumulo, o certo é o de vocês: '' Diga mais não '' Eu preciso dizer não ao meu primo, que toda vez me pede para mentir por conta dele. E dizer não a amores que sei que não me darão futuro.
Fico boba com o talento da equipe que escreve o Alice. Juro que o meu sonho é ser seguida por vocês, no meu humilde blog; Claro perco de 1000 a 0 para o Alice, mas queria muito um seguidor que eu ame de paixão.

Sou viciada e o recomendo sempre!

Dalyn disse...

Dizer não faz bem.

Anônimo disse...

Saber dizer não é difícil!

Uma paulista disse...

Eu preciso dizer não para a preguiça! E, by the way, quando estou em um café, costumo brincar com os amigos de tirar o tarô do açúcar. Exatamente como vc fez!

Anônimo disse...

Fácil é dizer sim e não justificar nada. Dizer não exige coragem e determinação

Suelen disse...

Olá!
parabéns pelo blog,li muita coisa nessa hora que passei por aqui,espero com o tempo ver tudo e acompanhar postagens novas. =)

Hoje eu preciso dizer não para o meu medo de me assumir pra minha mãe,e precisei dizer não no ano que passou pra familiares que se meteram no modo como coordeno meus estudos.Me arrependi. =/

Ana C. disse...

como sempre um texto imperdível!
para mim a vida é sucessivas escolhas e saber dizer não é muito importante em determinados momentos, como saber dizer sim também ;)
beijos

Camila Fontenele disse...

O difícil não é somente dizer não para os outros e sim para nós mesmos, eu faço uma ligação desse NÃO com CORAGEM.

Aline Miranda disse...

Adoro descobrir novos blogs.
E esses sachês podem trazr sorrisos, discussões e rflexõs, pq não?

Abçs,
Aline