sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

Sobre o apego nas relações lésbicas - um breve estudo - parte 1

Um fenômeno que eu tenho observado entre as sapas, e já há algum tempo, é o dos relacionamentos muito ruins que teimam em não acabar. Amigas em casamentos fracassados que não conseguem colocar um ponto final na relação. Casais onde a traição é frequente, e o sexo só acontece fora de casa, mas que não se separam. E tantos outros casos semelhantes.

Comentando sobre o assunto com Rainha Branca, chegamos a uma conclusão: sapas são muito apegadas. E este apego se manifesta de duas formas: apego de início e apego de fim.

O apego de início é aquele da piada clássica do caminhão de mudanças no segundo encontro. Aquelas duas que tomaram um chope hoje e amanhã já estão no abrigo de animais, adotando 3 gatos para a casa que será alugada depois de amanhã. Enquanto (a maioria dos) gays pescam alguém na noite somente para sexo pós-balada e nem querem saber de repetir figurinha depois, sapas querem compromisso. (Antes que vocês protestem: sim, eu sei que há exceções – homens gays em casamentos longos e mulheres gays v1d4 l0k4 pego-todas-e-não-me-apego-a-nenhuma). Quando juntas, a união de duas sapas é mais forte que a das ligações de hidrogênio. O que nos leva ao apego de fim.

O apego de fim é aquele dos namoros que sempre terminam, mas que não terminam nunca (o separa-volta-separa-volta, em loop). Este apego faz com que os relacionamentos durem ad infinitum, mesmo quando estão péssimos e nenhuma das duas sente mais prazer na companhia da outra. Quando não há mais gestos de carinho, e toda conversa vira uma guerra verbal mais sangrenta que episódio de Game Of Thrones. Mas ainda assim, elas não terminam.

Eu e Rainha acreditamos que o apego excessivo seja a causa de muito sofrimento. Por isso, estamos lançando a campanha “OLX Sapatão”. Funciona assim: se seu relacionamento tá uma merda, você simplesmente... desapega! A sapa que você não ama mais pode ser reaproveitada por alguém.

Desapega!

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Alice in Lesboland Reloaded

"Estou
De volta pro meu aconchego
Trazendo
Na mala bastante saudade"

Uma colega do universo lésbico-blogueiro me perguntou, via DM no Twitter, porque eu havia parado de escrever. Respondi que faltava inspiração, e que a vida corrida me impedia de cuidar dos posts com o carinho e o perfeccionismo que eles sempre mereceram no blog. O papo se esticou no WhatsApp e, em meio a confissões amoroso-sexuais diversas (vocês sabem como é conversa de sapa...), fui reler alguns posts antigos. E de repente me bateu uma saudade enorme daqui, e daqueles tempos de cartinhas pra Xuxa e falsos produtos lésbicos que a gente inventava.

A minha interlocutora comentou, Aposto que vai ficar com vontade de voltar a escrever... Respondi, Já fiquei. Li mais um tanto antes de dormir e não consegui parar de rir das bobagens do blog. E falei pra mim mesma, Eu preciso voltar a escrever.

Então é isso: voltei.

Ainda vou demorar um pouco a pegar a verve de antes, mas é só questão de prática. Terei o auxílio luxuoso da amiga e confidente Rainha Branca, já que a Rainha de Copas anda entretida fazendo tchururu com uma coroa-gata na terra dela; seus dedos andam ocupados demais para usar um teclado.


E não custa lembrar: o blog é de humor, então não esperem mimimi politizado nem me tragam problematização. A internet já anda cheia demais disso.

Até (muito) breve!

Alice & Rainha Branca

sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

New Generation of Sapatas

Rainha de Copas – amiga de anos, co-fundadora e antiga colaboradora deste blog – veio passar um fim de semana na minha cidade. Ficou hospedada lá em casa e me proporcionou risadas infinitas de quinta à segunda. Dormir todo dia depois das 03h para ficar conversando e rindo foi parte da nossa rotina nesse período. Entre muitos assuntos que foram pauta de nossas conversas, um deles é aquilo que ela batizou de "The New Generation of Sapatas". (E eu gargalhava toda vez que ela usava essa expressão).

The New Generation são as sapinhas na casa dos vinte e poucos anos, nascidas ali pelo início da década de 90 e que têm um comportamento muito diferente de nós, sapatas de trinta e poucos. Nós comentamos que elas são muito mais atiradas que nós éramos dez anos atrás: chamam para sair de cara, fazem elogio, mandam foto safadinha no WhatsApp, adicionam no Facebook 10 minutos depois de descobrir seu nome. Não perdem tanto tempo como nós perdíamos.

Além do mais, essas novinhas lidam muito melhor com a questão de ser gay em si, ao contrário das sapas old school, que passaram a adolescência num ambiente muito mais arisco à homossexualidade. Ter uma maior aceitação dos colegas de faculdade, dos amigos e da família facilita muito a pessoa se expor e arriscar uma cantada. Não que ainda não exista preconceito, mas ele certamente diminuiu em uma década.

E da mesma forma que essa atitude cheia de audácia me assuste às vezes, também me encanta. Eu acho que perdemos tempo demais em "joguinhos" amorosos. A vida seria melhor aproveitada se demonstrássemos logo o que estamos querendo e não ficássemos tanto nessa coisa de se fazer de difícil como muita gente ainda faz. Não estou aqui desprezando o flerte: a troca de olhares, as conversas e as insinuações são parte importante do processo de se aproximar de alguém. Um pouco de romance é sempre bom. O que condeno é mesmo a enrolação desnecessária. E nisso, The New Generation of Sapatas arrasa – vão muito mais direto ao ponto.

Que criem tendência com esse comportamento ousado. Da minha parte, só terão aplausos.

terça-feira, 19 de novembro de 2013

Estádio Vaginão

Não sei quanto a vocês, mas já sei onde quero estar em 2022: dentro de uma vagina gigante no Qatar.

Me acolhe!

O estádio se chama Al-Wakrah e será construído para a Copa do Mundo naquele país. O projeto tem causado sensação na rede devido à semelhança com o órgão feminino.

Vamos fazer uma excursão lésbica para o deserto, meninas?

Fonte: O Globo




terça-feira, 24 de setembro de 2013

Assopra a velinha!

Alice: dia!

Miss Gray: DJIA!

Alice: a recepcionista da empresa onde estou hoje é uma gracinha
Alice: fazia fácil
Alice: e eu descobri, sem querer, que ela faz aniversário junto comigo
Alice: - vai soprar velinha na minha casa, sua linda!

Miss Gray: ahuahuahauhauhauhauhauhauhauhauha
Miss Gray: melhor ainda é: vou assoprar as suas velinhas, sua linda!
Miss Gray: hahauhauhauhauha

Alice: HAHAHAAHAHAHAHAHAHAHAHAH
Alice: apagar seu fogo
Alice: ahahahahahahah

Miss Gray: melhor que apagar o fogo é jogar gasolina, você não acha?

Alice: tudo é questão de ponto de vista
Alice: vai que a vela dela é daquelas que acendem sozinhas?
Alice: prefiro ficar soprando a noite toda
Alice: hahahaahahahahah
Alice: (isso tem que ir pro blog)


Miss Gray: ahuahuahuahauhauhauhauh

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Sexta Carta a Uma Presidente

Dilmão, queridona!

Saudades! Mais de três meses sem falar contigo, caríssima! Andei atarefada e não tive tempo de acompanhar suas estripulias sapatônicas, mas minhas leitoras queridas adoram uma fofoca lésbica e não me deixam perder nada que você apronta.

A querida Crisantemus me contou que você saiu por aí pilotando sobre duas rodas nas pistas da capital federal. Nem preciso dizer o quanto adorei saber que você libertou seu lado lesbian easy rider de ser, né? Afinal, tem coisa mais sapatão que motocicleta?


Mas o que eu quero mesmo saber é: se o Palácio do Planalto diz que você não tem carteira, nem sabe pilotar, como saiu por aí de moto? Estou achando que você estava mesmo é na garupa de alguma sapata aventureira, sua safada! Foi pra balada na surdina e enganou até a segurança, né? Aposto que deu uma escapadinha para algum bar gay para tomar umas brejas com a mulherada!

Que pena que ninguém registrou esse momento! Dava tudo para vê-la de casaco de couro, coturno e luvas! (Só não sei como você conseguiu acomodar o topete no capacete...).

Com beijos estalados com som de ronco de motor, despeço-me.

Alice


segunda-feira, 20 de maio de 2013

Quinta Carta a uma Presidente

Prezada Dilma,

Você não toma jeito mesmo, né? Agora que a Copa está chegando, e os estádios ficando prontos, você tem se esbaldado na sapatonice nessas inaugurações de estádio.

Da última vez, você esteve mais tímida, só deu o pontapé inicial no Mané Garrincha em Brasília:

Sapa que é sapa não faz feio no futebol

Agora se empolgou na Arena Pernambuco e até pênalti cobrou:

Com um goleiro banana desse, faço gol até de olho fechado

 Só acho que, para quem já foi em evento oficial de Crocs, usar sapatinho salto baixo em campo é bobagem. Quero te ver de chuteira personalizada, escrito "Dilmão" num pé e "44", seu número da sorte, em outro.

Com beijos futebolísticos, despeço-me.

Alice



quarta-feira, 27 de março de 2013

Carta a uma Rainha - XI


Querida Rainha,

Depois de tantas cartas enviadas para você, não poderia deixar de te mandar uma hoje, neste dia tão especial, quando você faz cinquenta anos. Quem diria, a Rainha agora é cinquentinha! (Isso dá uma letra de música, hein?)

Que tal fazer uma retrospectiva dessa vida emocionante que você teve até agora?

Você começou a carreira com um baixinho, né? Estranho amor esse...


Depois foi para a Manchete e ficou verde:


Você era minha babá eletrônica quando eu era criança, mas mamãe ficava estarrecida com o seu figurino meretriz de programa infantil:



Aí teve sua chance de ouro e começou seu show na Globo.
Confessa que você dava uns pegas nas Paquitas, amiga!



E os amores, hein? Teve Pelé:




Teve Senna:


Teve o galã Szafir – e com ele a Sasha:


Mas sua eterna paixão, a gente sabe, é Ivetão:



Uma baiana apimentada dessas mexe com qualquer uma mesmo, né? Não é à toa que esse amor quase clandestino de vocês dura tanto tempo.




Por isso eu entendi quando você apareceu com esse namorado de fachada agora, precisava mesmo despistar a imprensa. Mulher de 50, razoavelmente gata como você, e solteira, povo ia mesmo falar que é sapa. Golpe genial, amiga! Parabéns pela ideia!


Então eu desejo muitas felicidades no seu dia e uma vida longa e próspera com Ivete e Sasha nessa família moderna de vocês (e quem sabe um dia vocês não oficializam o casamento? STF já deu carta branca, amiga, cria coragem e assina os papeis!).


Beijos de parabéns,

Alice

sexta-feira, 8 de março de 2013

Feliz Dia Internacional da Mulher


____________________________________________________________
Recebi essa da Rainha de Copas hoje por WhatsApp e, depois de gargalhar por uns bons 5 minutos, pensei, Tem que ir pro blog!

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Quarta Carta a uma Presidente

Prezada Dilma,

Infinitas saudades da minha amiga sapa do planalto! Desde o inverno passado que não nos falamos, preciso saber das novidades de Brasília.

E toda vez que te vejo na imprensa tem algo a ver com pés - jogo de futebol, usando calça e tênis em evento oficial, andando de mocassim e segurando toda macha a Senadora Kátia Abreu... Coisa de sapatão mesmo! (Com trocadilho, por favor!)

Agora não podia ser diferente, né? Vi você recebendo o Medvedev calçando um Crocs, toda à vontade.

Sapato 44 bico largo


Isso aí, Dilmão! Nada de usar sandalinha rasteirinha cheia de frufru! Presidenta macha impõe respeito com sapatão preto no pé. Torcendo para você usar um Kichute na próxima!

Com abraços afetuosos, despeço-me.

Alice

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Carta a uma Rainha - X

Querida Rainha,

Os sites de fofoca não falam de outra coisa: você fez um anúncio semana passada sobre algo que tem lhe deixado "feliz pacas". (Aliás, de amiga para amiga, preciso lhe dar um toque: "pacas" é tão década de 70! Atualiza seu vocabulário, gata!).

Dizem por aí que se trata de um novo amor em sua vida. A princípio, eu achei que você tinha largado Ivetão, e fiquei muito triste em pensar que o casal mais lesbian power do entretenimento brasileiro havia acabado. Mas quando eu cheguei ao final da matéria, fiquei mais aliviada. Ao ler a frase "O último suposto namorado da apresentadora teria sido o sertanejo Victor Chaves, 37, parceiro de Leo.", pensei, Ué, mas esse Victor não é aquele que o pessoal fala que é gay e está no armário?

Então uma luz se acendeu sobre a minha cabeça e tudo fez sentido para mim: o Victor era seu namorado-granito, aquele que só serve de fachada! Enquanto vocês ficavam alimentando as fofocas do romance, podiam curtir suas vidas gays à vontade! Você distraiu os héteros bobocas da imprensa e agora vai fazer isso de novo. Genial, amiga, adorei!

Só estou curiosa para saber quem será o eleito dessa vez... Tem um pessoal aí do sertanejo precisando de namoro-fachada urgente!

 Combo gay = tatuagem + sunga branca + óculos estiloso = checked!

Uso mais maquiagem que o mais gay da festa, mas pago de hétero

Não vejo a hora de você fazer o anúncio!

Beijos de Lesboland,

Alice

terça-feira, 25 de dezembro de 2012

Feliz Natal!

Se você sobreviveu ontem à ceia com as eternas perguntas de "E os namoradinhos?" das suas tias chatas, parabéns! Mais um ano vencido, sapa! Quem sabe no próximo você não leva a namorada e a apresenta à sua avó fuxiqueira para tornar o encontro em família mais emocionante?

Como recompensa pela sua bravura, ofereço de presente de Natal a toda linda da Emma Stone, que deu o ar de sua graça ruiva no novo filme do Spider-man esse ano:

Papai Noel, entrega esse presentão lá em casa, entrega?


Feliz Natal, leitoras!

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Carta a uma Rainha - IX

Querida Rainha,


Estava eu na fila do caixa da Saraiva, entediada com toda aquela demora típica das lojas entupidas de gente no fim do ano, quando olho para a prateleira de revistas e vejo isso:



Amiga, eu ri tanto quando li a sua declaração, mas tanto, que o rapazinho logo atrás de mim deve ter achado que eu estava louca (impressão que só se reforçou quando eu saquei meu celular para tirar uma foto da capa). Mas era impossível não achar graça da sua ironia, né? Afinal, você anda assustando os homens há tempos, querida! O que você atrai feito ímã é a mulherada, a gente sabe (Ivetão que o diga, grudada em você feito chapa de aço).

Eu acho tão divertidas essas declarações que vocês artistas dão para despistar as pessoas! Mas nós aqui do brejo sabemos ler nas entrelinhas e conseguimos captar a mensagem oculta nas palavras das sapas famosas como você. Aliás, se eu fosse editor da revista, a capa seria essa:



Muito mais coerente, não acha, gata? E tenho certeza que a sapaiada ia comprar mais que alargador em promoção.

Aproveito para desejar um Feliz Natal com muitos presentes da Ivete e um Ano Novo incrível para vocês. (Não se esqueça de usar a calcinha vermelha na virada, hein? Essa chama da paixão lésbica não pode se apagar jamais!).


Beijos natalinos de Lesboland,


Alice

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Stalkers Anônimas


Ei, sapa! Você se considera uma stalker?
É obcecada por uma menina em especial?

Já jogou o nome dela no Google para ver o que aparecia?

Segue-a no Orkut, no Facebook, no Google+, no LinkedIn, no Twitter, no Tumblr, no Flickr, no Instagram, no Pinterest, no last.fm, no Foursquare, no Formspring, no blog dela e em todas as redes sociais que existem e ainda vão existir e não consegue passar 15 minutos sem dar F5 nas abas de todas elas?

Tem surtos de delirium tremens toda vez que a conexão à internet cai e você não consegue acompanhar a novelinha da vida dela?

Verifica o status dela no chat do Facebook e no MSN de minuto em minuto e surta por ela estar online e não vir puxar papo contigo?

Frequenta os mesmos lugares que ela, na expectativa de vê-la ou saber sobre os amigos dela?

Já decorou a placa do carro dela e pesquisou no site do Detran o ano e modelo? Já sabe até as multas?

Em uma festa ou no ambiente de trabalho, conversa com outra pessoa e divide seu ouvido na sua conversa e na dela do outro lado da sala?

Se você respondeu "sim" a essas perguntas, não se desespere!

Seu sofrimento pode ter fim!

Venha para o grupo das Stalkers Anônimas!

Aqui você encontrará outras sapas viciadas em vida alheia para trocas de experiências e recuperação.
E através dos Doze Passos Lésbicos de Desintoxicação, terá o seu vício controlado e sua vida de volta.
Procure a unidade mais perto de você! Temos centros instalados em bares com música ao vivo e quadras de futebol em todo o país.



Stalkers Anônimas,
resgatando vidas sociais
virtuais desde a invenção da internet



segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Perfume de mulher


Tem coisa mais gostosa que perfume de mulher?

De mulher quando acorda, com aquele cheirinho bom de aconchego, de calor do corpo. Cheiro de lençol com pele, de noite bem dormida. Cheiro que se sente ao pescoço ao dormir de conchinha.

De mulher quando faz exercício, exalando toda sua feminilidade pelos poros. Cheiro de desodorante, de pele suada. Cheiro de saúde, de movimento, de exaustão física.

De mulher excitada, com o corpo ardendo em desejo. Cheiro de hálito no beijo. Cheiro úmido de sexo.

De mulher saindo do banho. Cheiro que invade a casa quando a porta do banheiro se abre. Cheiro de sabonete, de shampoo, de óleo de banho.

De mulher após o banho, quando cai a toalha. Cheiro de hidratante sendo deliciosamente espalhado no corpo. Cheiro de cabelo balançando no ventinho do secador.

De mulher se arrumando para sair. Cheiro de roupa limpa, roupa nova. Cheiro de maquiagem, de perfume.

Cheiro de mulher é único e não há aroma no mundo que me delicie mais que o feminino...