quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Chicleteiras


Da série "Mulheres que não são ideais para mim":

Chicleteiras

Axé não é minha praia. Sério. Esse negócio de "bota a mão na cabeça, dá uma abaixadinha, vai mexendo gostoso, balançando a bundinha", "sou brasileiro, sou guerreiro, tô solteiro" & afins não consigo encarar.

Juro que já tentei. Uma ex me obrigou a ir com ela a um evento de axé que tem todo ano aqui na minha cidade e dura longos 3 dias (não sei para quê, as músicas me parecem todas iguais, um dia delas já seria suficiente). É a imitação de carnaval baiano mais fajuta que existe: um trio elétrico fica andando em círculos em uma área enorme e as pessoas vão atrás, pulando ensandecidas. Esta massa de gente bêbada e suada é chamada de "pipoca" - acho que o nome é auto-explicativo.

Para meu alívio, ficamos no camarote, no centro do círculo, e fugimos da confusão lá de baixo. Mas toda vez que o maldito trio passava perto, eu era arrastada e forçada a pular com a galera durante longos minutos, que pareciam mesmo intermináveis enquanto os Chiclete com Banana, Paçoca com Mamão, Bala com Maçã e assemelhados se revezevam nos gritos de "Sai do chão!" e nos acordes estridentes de guitarra.

A tortura foi até o sol raiar. Enquanto a Falecida estava no pique (também, pudera, aquela praga tomou whisky com energético a noite toda), eu saí de lá cansada, puta e caindo de sono, com vontade de transformar aquele abadá brega em pano de chão e prometendo a mim mesma que JAMAIS faria aquilo de novo.

Eu não consigo encarar uma axezeira de novo...

E vocês, quais tipos de mulheres não dão conta de namorar?

28 comentários:

Priscila Barbosa disse...

Qualquer uma q goste muito de balada! Pra mim nao rola, pq eu nao sou de sair com mta frequencia.
Beijo

Anônimo disse...

Querida Alice, sinceramente, o tipo de mulher que eu não tolero mais são as tapadas, as rasas. E sabe por quê? Porque a gente tem de aguentar toda aquela burrice, bolar coisas legais ( já que ela não tem criatividade), ler cartas escritas num português agonizante e o pior: quando elas botam pra lascar na gente, ainda acabam com nossa auto-estima. Isso porque a gente pensa: porra! Essa maldita ágrafa, essa ameba me lascou! Fui abandonada por essa idiota!
Aí é que a coisa fica séria! Fazer caridade não é comigo! hehehe

Títi disse...

nada de rebolation tion néan amiga?! hahaha... olha, não suporto namorar pessoas muito parecidas comigo, no caso,ladys muito ladys, só! acho que minha primeira namorada era mais minha concorrente,tinha mais inveja que ciúmes,eu super traumatizei néan?! apesar q acredito - e muito - que não vou ter mais esse problema, já tô plenamente apaixonada- leia- fodida - em um namoro de 4 anos que pelo visto vai durar para sempre... ela? bofinho claro... curte um sertanejo,que eu não gosto, mas dá para superar essa diferença! hahaha beijos

»»Luh«« disse...

Alice, eu não consigo encarar mulher sem atitude!! Estas, são difíceis de encarar!!!
Confesso que já tentei, mas a inércia não é nada agradável para mim!!!

Bjs... adorei o post!

Escaminha disse...

Acho que a mesma que você...as chicleteiras!
E as pagodeiras tb se incluem na minha lista.

Não consigo entender...
Aind aontem, eu vi um grupod e pagode, assassinando uma música da Isabela Taviani no programa da Luciana Gimenez...tambem pudera né...
afff

denise ritta disse...

ah, a juventude, né? rs..

Melhor Amiga Lésbica disse...

Dispenso as funkeiras que rebolam até o chão.

Chrys Farias disse...

Eu não suportaria namorar patricinha!

Não coisa mais nojenta e sem noção do que aquela frescura toda, pior do que gay em dia de parada. Vaidade tem limite!
E quando junta a turminha de amigas igualmente patricinhas? Jesus me socorre...

Beijos =*

Anônimo disse...

Não tolero mulheres que imitam homens, atitudes de homens, comportamento de homens, jeitão de homem, roupas de homens...sou feminina e gosto de Mulher sem características másculas...se fôr assim, melhor procurar um homem de verdade mesmo.

i... disse...

eu não sei descrever que tipo de mulher eu não namoraria, mas eu sei que não só de olhar pra uma...






http://sheepplace.blogspot.com/

Pensando disse...

Não duraria 1 segundo meu namoro com pagodeira ou aquelas fanáticas por sertanojo ( quem gosta me perdoa..gosto é gosto) ...Ooh God..tá certo morei na fazenda por um bom tempo e muito do meu sustento vem da roça..mas nem por isso preciso aturar aquelas musiquinhas de corno.

disse...

Não suporto, pagode, axé, pop, rap, hiphop e sertanejo...
Aff..
Pode ate gostar mas bem longe de mim!
Se bem q eu já namorei com meninas desse estilo axézeira, mas nunca me carregou pra coisa alguma, ate pq sabia q eu não suporto essas coisas...
Sempre procuro meninas do meu estilo.
Meu estilo é bebida e muito rock n' roll!

Salete Maria disse...

Olá!
Queremos cumprimentar você pela qualidade do seu blog e aproveitar o ensejo para compartilhar o nosso mais recente cordel intitulado A VISÃO DO "STF" SOBRE A LEI DO FICHA LIMPA, disponível no blog www.cordelirando.blogspot.com
Abraços!

anela disse...

Heeey Alice!

Estava aqui tentando encontrar uma nomenclatura para o perfil que prefiro manter a distância mas não o consegui. Enfim, vamos lá para a definição [já cruzei com algumas que] fazem questão de estar sempre no centro das atenções [algo meio bobo da corte, talvez...] e para isso, contam umas história a la pinóquio, inventam, aumentam e enfeitam. Fica mais claro, quando as história contadas tem a sua participação e você tem certeza que não viveu exatamente aquele fato narrado. Elas fazem e acontecem e no final das contas é só papo mesmo! Seriam as "pinoqueiras"? Hum.. acho que a definição não ficou muito legal... hehehe

Sempre muito divertido ler suas postagens,
Beeeeejo

Anônimo disse...

Mulher mt fechada, quieta, que vc tem que adivinhar o que se passa na cabeça dela...um torrrrmmmmeeenntoo!

Alicia

Desastre Ambulante disse...

Aqui no Rio de Janeiro também sofremos com as funkeiras... Se saímos para dançarmos, sempre rola este maldito ritmo! Daí é um bando de "popozuda" invadindo o salão... Nos períodos de seca você até se arrisca a ir até a pista de dança e tentar fazer alguns dos passinhos - que, diga-se de passagem, não há grande dificuldade! O pior é ter que aturar várias "visões do inferno", como aquela baranguete de short micro - e que você jurava ser uma calcinha! - com a bunda cheia de celulite indo até o chão e fazendo biquinho.
O pior é ter que dar de cara com aquela "funkeira moninha" com sua caminhoneiríssima de plantão. Cuidado para não esbarrar ou... Aff!
Mas, cara Alice, chicleteiras também tem seu importante papel ao contribuirem para diversas cenas classificadas como "visões do inferno".

Desastre Ambulante disse...

O melhor de tudo mesmo é ter que não procurar mais, porque já encontrei minha doce samurai... Ai... Ai... Ai...

Miss X disse...

Eu nunca tinha pensado nisso rs...
Devo confessar que já tive meu passado de micaretas, raves e afins, mas ó, depois q a 1a dama entrou na minha vida (e está nela até hj, ainda bem - "momentinho l'amour"), tomei prumo! kkkkkkk
Acho q não encararia mulher muito superficial, aquela muuuuito fútil, sabe?
Eu tenho minhas futilidades, minhas mulherzices, acho bacana poder dividir isso, mas manter um relacionamento baseado só nisso nem rola, pelo menos não pra mim ;)

Miss X disse...

Ah, acho q mulher vulgar tb não faria meu tipo. Sabe, aquelas dadas à escândalos, baixarias, portugês lamentável e vulgaridades públicas/desnecessárias

Almeida disse...

Não me atraem de jeito nenhum as mulheres masculinas, afinal, eu mesma, não sou o exemplo de feminilidade, digamos assim. rs

Suellen disse...

eu gosto muito mesmo de mulheres. mas as pagodeiras, chicleteiras, as fãs da Ana Carolina, da Isabela Taviani, as acham que têm talento pra ser guitarrista/vocalista/baixista/baterista de bandinha lésbica, as emo, as moças que falam e escrevem no português agonizante (achei esse termo fantástico) e várias outras modalidades de mulheres, realmente não tem como namorar.

deve ser por isso que estou solteira hahahaha
devo ser exigente demais!

Amanda disse...

Eu sei bem que evento de axe é esse HAHAHAHAHAHA. Legal é que além de ser ridiculo a gente tem que aguentar esse povo BONITO andando com abadá o resto do ano todo (Y)

Huntress disse...

hauhauhauha 3 dias? Aqui em Volta Redonda são só 2, mas em Mendes, onde eu costumo passar o carnaval são 8 DIAS dessa merda. E pior, são 8 dias da mesma banda. Se você achou que esses dois dias as músicas eram iguais, imagina quando elas são mesmo!! HAUHAUHAUHA

Nunca tive muitos critérios para namorar alguém, bastava ser inteligente, que não fosse piranha e que eu fosse perdidamente apaixonada por ela.

Mandy disse...

"Juro que já tentei. Uma ex me obrigou a ir com ela a um evento de axé que tem todo ano aqui na minha cidade e dura longos 3 dias (não sei para quê, as músicas me parecem todas iguais, um dia delas já seria suficiente)."

Não é impressão sua, realmente são as mesmas musicas!! Toda "banda" canta as musicas das outras todas... ¬¬

E tipo, concordo contigo, axezeira nao rola!!

Lilly Queers disse...

as que parecem hétero!!!!

hahahahahaha

Anônimo disse...

Falta de educação e palavroes, não rola!
Antes uma mulher q esvreva "concerteza" do q uma q fala um palavrao a cada duas palavras.

Karla disse...

para mim nao dá para ser muito fêmea, mas tb nao curto mulher "sujeito omi"; escolaridade muito baixa tb costuma passar batida e por fim, aquelas muito da night tb nao rola pq tenho um filhinho de menos de um ano.

Anônimo disse...

Eu sempre gostei de garotas inteligentes (tah... sou meio nerd), mas acabo ficando com as que escrevem "concerteza". Nem eu me entendo. Acho q o oposto me atrai, como eu não sei.