sexta-feira, 17 de abril de 2009

Tópicos sobre feminismo

Quarta foi exibido um especial comemorativo do Saia Justa - o programa está completando 7 anos e convidou 4 mulheres para discutir assuntos ligados à feminilidade, ao feminismo e ao papel da mulher na sociedade. Inspirada pelo tema, lanço aqui alguns tópicos para reflexão e discussão.

- O capacete rosa
Por que mulher que pilota motos usa capacete rosa? Por que não azul, verde, roxo, vermelho, amarelo? Que síndrome de Penélope Charmosa é essa? Por que essa idiotice de "menino usa azul, menina usa rosa" ainda persiste?

- A troca de óleo
Eu tenho uma amiga que se recusa a trocar o óleo do carro dela, porque diz que "isso é coisa de homem". Então o marido dela se encarrega de fazê-lo por ela. E eu acho isso tão ridículo que me pergunto: por que diabos as mulherem lutaram tanto para serem independentes se precisam de um homem para levar o carro para trocar o óleo? Tirou carteira de motorista para isso? Para depender do marido? Continuasse então andando de ônibus. Ou com ele. Fico triste de ver que essa amiga - e muitas mulheres por aí! - ainda são machistas e carregam em si esse conceito idiota de "coisas de homem" e "coisas de mulher". Alooooow! Carro é uma
máquina, não se divide em gênero masculino ou feminino! Ele leva você a qualquer lugar, seja homem ou mulher. Então me poupe dessa bobagem que "carro é coisa de homem". Carro é coisa de motorista!

- Tarefas domésticas "masculinas"
Não suporto mulher que pede a um homem para dependurar um quadro, trocar a lâmpada ou desentupir o ralo. A não ser que tenha alguma dificuldade motora ou algum problema de saúde grave (ou seja MUITO burra), nada impede uma mulher de bater um prego na parede ou operar uma furadeira. É a mesma questão do carro: furadeira é uma
máquina, super simples de usar, e não vai se rebelar contra você se souber que é uma mulher que a está empunhando.



- Papéis na relação lés
Será mesmo que precisamos reproduzir esses papéis masculino x feminino nos relacionamentos lésbicos? Vejo muito casal de sapa por aí que "força" essa condição e eu acho super estranho. Uma desempenhando o papel de "homem" e a outra o papel de "mulher". Por que haver essa divisão? Por que não deixar a coisa fluir e cada uma agir como quiser e fazer aquilo que tiver vontade? É passiva, mas leva jeito com a furadeira? Então dependura o quadro e seja feliz, sapinha!


12 comentários:

Cris. disse...

Concordo com seu ponto de vista em todos os tópicos abordados.
Um detalhe especial pro último "papeis na relação les" Eu particularmente, gosto do que diz um amigo meu gay: "O negócio é ser versátil!" xD
Pra que um papel definido, façamos aquilo que a criatividade do momento indicar =)

Beijo.

MP disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Turma do Colorê disse...

Apóio!!! Apóio apóio e apóio mais um pouquinho! O negócio do capacete rosa eu acho ridículo. Uma porque transforma a mulher da moto em um alvo fácil, tipo "venham, me assaltem, eu sou só uma menina desprotegida aqui em cima dessa moto no sinal vermelho", outra porque ainda tem os caras que insistem em usar o tal capacete rosa com florzinha sei lá porque. Não por ser homem e rosa ser cor de menina, por menino ter que usar capacete azul. Mas porque capacete rosa de florzinha é feio e pronto!
Mas o que eu mais apóio mesmo é o fim aos tais papéis em relações entre meninas. Viva as passivas que furam parede para pendurar o quadro que a ativa bordou em ponto cruz!
- ♀

Pettit disse...

concordo em genero, numero e grau.
Nao gosto destadivisao em umrelacionamento..penso que temos quefazer oq der vontade..e na minha opiniao tbmnao existe coisa de homemecoisas demuher....beijo se cuida

Rafaela Luz... disse...

Mái gOUd...realmente concordo com essa não divisão...
aproveitamento 100% do humano...independente de sexo...o que vale é fazer o que gosta, o que quer e o que pode...

1º vez aqui....
mil beej...

Pensando disse...

Concordo contigo e com as meninas ae..chega disso..se eu pinto meu quarto o q. te importa..se troco a tomada..melhor pra mim..sinal que me viro bem nessa vida..ahh e se mulher é tão criativa..chega de capacete rosa..isso já deu..rsrsrs
Primeira vez em seu blog..e já gostei..bjs!!!

Dany disse...

Eu concordo tb... mtas mulheres contém mais machismo que os próprios homens... é triste isso!
Bjs

claudia guay disse...

adoro saia justa. tanto o programa. qto à discussão dos tópicos expostos. e em algumas mocinhas que andam por aí. :P

...Reti"..."cências... disse...

Post que suscintam uma discussão crítica e cotidiana é sempre bacana e quando surgem frases advindas de comentários como: "Viva as passivas que furam parede para pendurar o quadro que a ativa bordou em ponto cruz!" é uma delícia, eu me divirto.Os padrões, os modismos,os preconceitos, os estereótipos,as discriminações...são formas perversas de crucificar ou taxar alguém do que bem entendem. Diga não às representações, aos simbolismos que deturpam, que criam uma única imagem (e negativa) relacionada a algum fenômeno, a algum fato, a alguma coisa, a alguém, enfim a tudo...Não nos acrescenta em nada,pelo contrário...
Com simpatia,
"..."

Miss X disse...

Dizem q o capacete rosa é mais barato rs

Anônimo disse...

Na verdade esta cultura separatista foi imposta pelos homens que desde cedo descobriram que as mulheres são capazes de executar qualquer atividade (e para desalento deles) ainda muito melhor(principalmente na cama, rs)

Huntress disse...

Ahh, acho que a parte do rosa, é do gosto da pessoa. Tenho trocentas amigas que tem motos de cores "normais", e tem uma linda, rosa, que fica estacionada toda noite na porta da faculdade..
Já em relação as atividades domésticas, como na minha casa nunca teve homem, sempre vi minha mãe e minha vó fazendo tudo, consertando tudo.. Na verdade, depois que meu padastro surgiu, ele que destruia as coisas e não consertava... Ele enrrolou por dois anos a pintura do muro da área da piscina, até minha vó se estressar e mandar minha mãe pintar.