quarta-feira, 23 de abril de 2008

Brazilian Wax


Das minhas conversas ao MSN com Rainha de Copas nunca sai coisa que presta: sempre rola algum papo falando de sacanagem. Depois de descobrirmos o Baby Hitler Pussy, surgiu a polêmica da depilação: total ou não? Rainha de Copas é radical: tem que tirar tudo, porque é mais higiênico, aumenta a sensibilidade e facilita os trabalhos. A Alice aqui, por outro lado, prefere um jardim bem cuidado, com folhagem podada, a desmatamento total, pois não gosta do visual “Jardim de Infância”. Então surgiu a dúvida: quais outras opções haveria?

Seguindo a linha “personalidades”, criamos algumas modalidades:


Esperidião Amin: depilação total. Liso, liso, sensibilidade a toda prova.


Salvador Dalí: para aquelas que não querem ser tão radicais, que tal deixar uns fios eriçados para provocar?


George Michael: ou grama aparada, só para garantir a textura.


Hitler: o mais famoso de todos, reto dos lados, nem um fio fora do lugar.


Tom Selleck: para aquelas que não abrem mão da proteção natural, mas ainda assim são capazes de usar um biquíni.


Fidel Castro: bem, nem todo mundo liga para depilação, né? Lembram da Vera Fischer? Então...


William Bonner: quando a idade chega e os brancos aparecem em faixas...

3 comentários:

missgray disse...

Oi, meninas! Será que não poderíamos cuidar dos cabelos "de lá" como cuidamos dos nossos cabelos da cabeça de cima? Assim, dependendo de nosso humor, poderíamos mudar de corte ou de cor! O que acham?
Beijão!
O blog é deivertidíssimo!
Um ótimo findi!

gayeok disse...

Tom Selleck foi DEMAIS! hahahahaha

iogurte disse...

Nossa !!!!!! Pensei que era temática isso só pra minhas amigas e eu. Eu e minha trupe preferimos o Esperidião, e sempre conseguimos ter mais adeptas... Depilação é FUNDAMENTAL. As que gostam de pêlos que me desculpem, mas já deixei de fazer sexo e de ter futuros relacionamentos por eles, hoje já converso antes de rolar algo que, pra mim pêlos NÃO ROLA !!!
Adorei o post !!!